A violência das letras : amizade e inimizade na literatura brasileira (1888-1940)

Estudo da sociedade brasileira do fim do século XIX e começo do século XX, delineado a partir das evidências de como os escritores interagiam e da maneira como retratavam os mecanismos das relações cotidianas. O autor debate as vivências de fraternidade, como reflexo dos valores da época, observando os paradigmas de inclusão (ou exclusão) racial, social ou sexual. Como base para essa análise, aponta episódios que marcaram a trajetória de literatos como Raul Pompéia, Adolfo Caminha, Cruz e Souza, Nestor Vitor, José Lins do Rego, Gilberto Freyre, entre outros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s