Informamos o calendário e os horários de funcionamento da Biblioteca FEA durante o recesso e férias letivas:

Dezembro

Acervo Delfim Netto: de 04 a 22/12, aberto das 8h às 12h e das 13h30 às 15h.

Janeiro

Fevereiro

Acervo Delfim Netto – aberto das 8h às 12h e das 13h30 às 16h.

 

Informamos o calendário e os horários de funcionamento da Biblioteca FEA durante o recesso de julho:

De 03 a 07/07 – aberta das 7h30 às 21h45.

De 10 a 14/07 – aberta das 8h às 18h.

De 17 a 31/07 – fechada para serviços internos.

Sem título

Acervo Delfim Netto:

De 03 a 14/07 – aberto das 8h às 12h00 e das 13h30 às 16h00.

De 17 a 31/07 – fechado para serviços internos.

Está disponível para acesso, o pacote de e-books da editora WILEY.

Há vários títulos que compreendem os assuntos da FEA.

O pacote de e-books ficará disponível até 24 de abril de 2018 pelo link www.wileyonlinelibrary.com.

Bom estudo!

Ingressante 2017, seja bem-vindo!

Capa folderA Biblioteca FEAUSP quer ajudá-lo nesta nova etapa da sua vida. Para isso, preparou um Guia e com informações sobre seus principais produtos e serviços que você poderá folhear, ler, baixar, o que preferir! Para consultas rápidas  e resumidas conte com o Folder.

Você encontrará, também, os slides da apresentação realizada no Auditório da FEA no dia 08/03, durante a Semana de Recepção aos Calouros 2017, bem como o conteúdo apresentado para os pós-graduandos da área de administração no dia 03/03.

Desejamos que sua vida acadêmica na USP seja produtiva e estamos aqui para auxiliá-lo quando precisar.

A Biblioteca FEA está de portas abertas para recebê-los!

Para fazer o download do Guia da Biblioteca, clique aqui.

Clique aqui e faça o download dos slides da apresentação dos alunos de pós-graduação.

Clique aqui e faça o download dos slides da apresentação dos alunos de graduação.

Os números de 2016

 

infografico-dados-2016-m Consulte a lista do 50 livros mais emprestados em 2016.

Como obter o ORCID?

Orcid_01O ORCID (Open Researcher and Contributor ID) é um identificador digital único e permanente para o autor, formado por 16 dígitos numéricos. Exemplo: 0000-0002-7135-9104.

Ele tem a finalidade de diferenciar um nome de autor de qualquer outro, ainda que exista homônimo ou que tenha sido publicado, citado e/ou indexado de formas variadas.

Normalmente, o padrão de apresentação do nome  difere nas bases de dados. Por exemplo, em algumas bases, cadastra-se o sobrenome com os prenomes sem ponto (Grossman, SJ), em outras utiliza-se o sobrenome com os prenomes por extenso (Grossman, Sanford Jay) e isso pode ser um problema para a recuperação de informações de autoria e acadêmicas. Por meio do ORCID é possível padronizar e recuperar o nome de um autor (nome individual ou da instituição) independentemente das variações encontradas. Ele está para o autor assim como o DOI está para um documento digital.

A solicitação do ORCID é gratuita somente para os autores, para a padronização do nome de uma instituição o serviço é pago. A USP, até o momento, não possui seu ORCID iD.

Siga o passo a passo para saber como obter seu ORCID (download do arquivo):

Espera-se que, com o ORCID sendo adotado pelas diversas bases de dados e ferramentas acadêmicas, o problema de ambiguidade dos nomes de autor seja amenizado ou até mesmo solucionado.

Referências:

BIBLIOTECA CENTRAL UFRGS. ORCID:  identificador digital que conecta as pesquisas aos seus autores: tutorial. Disponível em: <https://www.ufrgs.br/blogdabc/tutorial-orcid/>. Acesso em: 12 set 2016.

ORCID: conectando pesquisas e pesquisadores. Disponível em: <http://orcid.org/>. Acesso em: 12 set. 2012.

SILVA, Eduardo Graziosi. ORCID integrado ao Currículo Lattes. In: ______. Mundo Bibliotecário. Disponível em: <https://mundobibliotecario.com.br/2016/08/12/orcid-integrado-ao-curriculo-lattes/>. Acesso em: 12 set. 2016.

SOARES, Suely de Brito Clemente. ORCID: passo a passo para obter o seu! In: ______. Content Mind. Disponível em: <http://www.contentmind.com.br/orcid/>. Acesso em: 12 set. 2016.